09/10/2012

Volta a fita


Por Aline Diedrich

Desbravador, o menino entrou na caverna. Lá encontrou uma caixa e nela havia um buraco por onde devia olhar:

Zepelim pairava virado no ar. Tempo contado por ampulheta. Horizonte amarelado na vertical. Aspecto envelhecido na cidadezinha. Nada tão bizarro quanto possa parecer. Mas tudo girava em sentido anti-horário. De dia era noite. De noite era dia.  

Bailarina não sabia mais dançar. Equilibrista se desequilibrava. O disco rodava no oposto e o cinema estava vazio. Menina andava para trás. Menino tentava correr ao contrário do contrário. O trem chegava no horário de ontem e amanhã também seria assim. De ponta cabeça o espelho refletia. O gongo não salvou, a mãe Joana não tinha casa, a cabeça de sete bichos e o gato caçou com o cão. Era preto no branco. Olho por dente, dente por olho e essas histórias sobre o amor não tinham mais o final feliz, porque sempre estavam no começo.  
O personagem virou gente, o escritor uma caneta, mas a caneta era sem tinta e assim não haveria livro. Pinóquio quebrou o nariz, Gepeto perna de pau, mocinha sentiu-se vingada, bandida tornou-se mocinha, galã era feio demais e o feio conquistou a bandida. A estrela cadente subia. O dragão engolia o fogo. O pirofagista não brincava com isso por medo de se queimar. O pássaro voava para trás e toda planta voltava a ser semente. Roupas vestiam cabides e por fim, todos nus.  

Vigário não caiu no conto.

E o menino, impressionado, largou a caixa mágica. Não queria tudo de ponta cabeça, o princípio das coisas, a dificuldade do aprendizado, o estado original, e voltar ao passado para pensar no futuro. Correu. Fugiu.

E lá fora, havia uma flor naquele espinho.


36 comentários:

  1. Maravilhada com o conto. Mil vezes parabéns.

    ResponderExcluir
  2. muito blog
    gostei do seu plano de fundo
    sucesso pra vc
    abracos.

    ResponderExcluir
  3. Seguinndo...
    Segue ?
    http://vivoparadescobrir.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. voltar ao passado para pensar no futuro adorei isso...


    http://snestalgia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. "havia uma flor naquele espinho" que lindo ç.ç

    http://theprivatelivesof.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. "havia uma flor naquele espinho!" tambem achei lindo !! Seguindo : ) Bjs espero você e suas leitoras no meu blog
    http://bolhaarosada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Que texto perfeeeeito, garota! Me encantei, de verdade. Bem criativo e belo, bem escrito e tudo o mais. Adorei, continue encantando-nos desta forma sempre hahaha'

    ResponderExcluir
  8. O final é primoroso...
    ...dominar o passado é fundamental para traçar o futuro.
    Um abraço.
    Gostei!

    ResponderExcluir
  9. gosto muito dos seus escrito! está de parabéns!

    ResponderExcluir
  10. Muito bom eu gostei.

    http://nobabado.blogspot.com.br/2012/10/ana-hickmann-aparece-morena-em-seu.html

    ResponderExcluir
  11. Muito bacana o conto. Dá pra sentir e fazer uma imagem do personagem principal.

    www.todososouvidos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Olá, parabéns pelo blog!
    Se você puder visite este blog:
    http://morgannascimento.blogspot.com.br/
    Obrigado pela atenção

    ResponderExcluir
  13. mais um show de criatividade na hora de escrever.

    ResponderExcluir
  14. Desculpe a demora..... O conto estar muito bom e inclusive poucos tem dom para conto e acho isso uma coisa super difícil ,parabéns!!

    ResponderExcluir
  15. Olá!Boa noite!
    Aline!
    Tudo bem por aqui?
    ...conto bem criativo e inteligente! ... esta capacidade de reagir permanece latente enquanto o meio externo permanecer imutável, quando não, digo que nos regemos pelo medo porque sempre que nos deparamos com uma situação e tentamos compará-la semelhante, pela qual já vimos , nos fugimos. Fazemos suposições do que está por vir e e muitas vezes esquecemos que nem sempre o conflito é ruim, é o que nos leva a tomar decisões e determinar modificações em nossas vidas. Qual seria a graça se não pudéssemos mudar e nos reinventar a todo o momento? ...
    Obrigado!
    Bom feriado!
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Voce eh muito criativa...adorei...tudo ao contrario!rs

    ResponderExcluir
  17. Será que existe mesmo algum furo em alguma linha espinho flor agulha?

    ResponderExcluir
  18. Encontrei seu blog e é uma honra estar a ver e ler o que escreveu, quero felicitar-vos, pois é um bom blog, sei que irá sempre fazer o melhor, dando-nos boas noticias, e bons temas.
    Quero aproveitar a oportunidade para partilhar o meu blog : Peregrino E Servo. Vou ficar muito feliz se tiver a gentileza de fazer uma visita ao meu blog.
    PS. Se seguir, fique a saber que irei seguir também seu blog, se o conseguir encontrar.
    António Batalha.

    ResponderExcluir
  19. Muito legal mesmo, adorei, meus parabéns

    http://ianapaulinhaaaa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Parabéns pelo o blog estou seguindo segue o meu de volta: http://bruna559.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Aline :)
    Voltar ao passado pra fazer um futuro...acho que todos nós deveríamos fazer isso as vezes :)

    Belo conto :)
    Beijos e cuide-se

    ResponderExcluir
  22. Geeeente...Fiquei inquieto do começo ao fim... Lindo e perfeito... Me deixou sem palavras...

    ResponderExcluir
  23. Reflexão...serve para mim de inspiração.Adorei!!!!
    Bjus
    =)

    ResponderExcluir
  24. Nossa que lindo conto, seus textos são lindo e únicos. Nunca tinha lido algo assim. beijos

    ResponderExcluir
  25. Que narrativa fascinante! Brisei legal aqui. rs Parabéns!

    Bjs

    http://blogpontotres.blogspot.com.br/

    Novo post: Sobre novelas e umbigos

    ResponderExcluir
  26. Gostei bastante.


    http://www.umlivroqualquer.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  27. Gostei muito não só desse texto , mais li o da Branca sem neve também .*----*


    http://www.escolhas.tk

    ResponderExcluir
  28. Fantástico, você tem o dom de escrever, me impressionei com o texto, até salvei o link, posso dizer que este é dos que mais gostei de ler. Parabéns, ganhou um fã.

    ResponderExcluir
  29. Uma flor no espinho?? vixi que mundo e esse kk

    Curti esse texto, foi bem elaborado, gostei da forma que descreveu o contrario do que existe kk

    impressionada. Parabens!!

    kisu

    www.eraoutravez.com

    ResponderExcluir
  30. E se o fim do mundo for isso, um retrocesso? Voltaríamos a ser homens das cavernas, desapareceríamos, aconteceria um big bang ao contrário.

    ResponderExcluir