29/10/2012

Vermelho céu

Por Aline Diedrich

E o palhaço não fazia rir...

A menina segurou a mão do menino. Olharam para a roda gigante parada e o loop da montanha russa. O carrossel escondido em meio os destroços e um bêbado abraçado na última garrafa, enquanto o marinheiro lamentava o barco de papel encalhado, e o piloto desconsolado via pássaros em busca de ninho e um balão que subia (subia... e subia...) até desaparecer.

Dois velhos e o tabuleiro de xadrez, o crupiê não sabia a regra daquele jogo e as crianças arrastavam bonecos e ursos. Havia gente em busca de comida e outros apenas perambulavam sem rumo e sem roupas, porque depois do caos veio a desordem, nem os mapas e as bússolas indicavam a direção.

Sentaram-se, então, perto de onde o dragão havia cuspido o fogo para aquecê-los do frio que quase congelava. O chão era como areia de deserto que ainda abrigava algumas flores como se elas tivessem encontrado o seu oásis. Observaram. Não existiam casas ou castelos. Sem cheiro de motores ou de terra molhada, os narizes estavam apenas entupidos de poeira.

Sentiram o vento bater no rosto, arrastar e levar tanta coisa embora. Perceberam a calmaria que se formou e o silêncio da desesperança. Foi de repente que o menino arregalou os olhos e a menina parou de roer as unhas. Depois da destruição sempre vem o recomeço.

__ Vamos mudar o mundo!

Disse ela ao atirar areia para o alto e comemorar o vermelho do céu.

E o palhaço então queria rir...


30 comentários:

  1. Texto muito bem elaborado
    http://nipponpress.blogspot.com.br/2012/10/profissionais-do-setor-privado-ajudarao.html

    ResponderExcluir
  2. Depois da destruição sempre vem o recomeço.

    Profundo e refrexivo!!!

    ResponderExcluir
  3. Você escreve muito bem Aline.parabéns pelo mais recente texto.Abraços

    ResponderExcluir
  4. Incrível, amei o seu texto e me deu prazer de ler até o fim. Concordo que depois da destruição vem sempre o recomeço, pois nada se destrói por completo, tudo se transforma. Achei incrível o seu jeitinho bonito de ligar as palavras de forma simples e bela. Parabéns!

    ResponderExcluir
  5. Muito bom, uma descrição fora do normal de um padrão corriqueiro. Parabéns.

    http://where-you-can-always-find-me.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Como é bom ler algo assim, parabéns pela escrita. Linda, linda.

    ResponderExcluir
  7. Este é um capítulo de uma história inteira?
    Quem não quer mudar o mundo, vira e mexe quando mudo tudo eu me preparo para mudar o mundo rs.

    Como você tá? Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Visão bucólica de uma catástrofe! Ótimo texto!
    Escrevi um poema com nome de Lua Vermelha. Parecido com o seu.
    Abração!

    www.anjoguerreirodeluz.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Você tem a linguagem clara, e eu acredito que isso é FUNDAMENTAL para um escritor dos dias de hoje.

    ResponderExcluir
  10. Gostei muito do blog, e mais ainda do texto.

    ResponderExcluir
  11. Demais gostei do texto.

    http://rodrigobandasoficial.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Eu gostaria de ter vontade de recomeçar depois da destruição. Gostaria de ter ânimo para fazer algo mudar.

    ResponderExcluir
  13. Misturar o lúdico e o sarcasmo é para poucos! Belíssimo texto!

    ResponderExcluir
  14. Oi amiga,tem selinho pra você lá no meu blog,passa lá,beijos.

    ResponderExcluir
  15. nossa interessante, comecei a ler e quando vi já tava todo empolgado com o texto. parabéns ta lindo.

    ResponderExcluir
  16. Hora de atualizar e nos brindar com novo post... risos!!!

    ResponderExcluir
  17. Concordo, esperando um novo post ;D tão bom como este!

    ResponderExcluir
  18. Recomeços e mudanças, se já começam com um sorriso tendem a dar certo. Abraços

    ResponderExcluir
  19. Que lindo!!! Fiquei imaginando os personagens e o cenário colorido!!

    Muito bom o texto.

    http://www.perolasebotoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. O primeiro parágrafo me lembrou o David Lynch.

    ResponderExcluir
  21. Dizem que todo palhaço esconde uma grande tristeza.
    Gostei muito da gravura e do texto.

    www.cchamun.blogspot.com.br
    Histórias, estórias e outras polêmicas

    ResponderExcluir